Escola Municipal de Educação Infantil "PROFª IVONNE DOS SANTOS DIAS" Bragança Paulista - SP

sexta-feira, 30 de abril de 2010

DESCOBRINDO SONS





Trabalhar música na educação infantil é muito importante para ampliar a percepção, desenvolver o raciocínio, a criatividade, a sensibilidade e outros

dons e aptidões; também para promover a autodisciplina e despertar a consciência rítmica e estética, além de ser fonte de estímulos, equilíbrio e felicidade para as crianças. Os instrumentos ajudam a desenvolver a coordenação motora e a memória.

A dança e a música atuam no corpo e despertam emoções, neste sentido

equilibra o metabolismo, interferindo na receptividade sensorial.

A música com maior ou menor intensidade está na vida do ser humano desde muito cedo, despertando emoções e sentimentos... e está também na sala de aula do INFANTIL V da professora Viviane.


APRECIAÇÃO MUSICAL


Um momento de grande alegria e prazer para as crianças é a DISCOTECA, onde elas adquirem um pouco de conhecimento sobre a nossa cultura, com os ritmos brasileiros que são apresentados através de textos informativos e músicas para apreciar, curtir e dançar...





O FAZER MUSICAL

Quem passa em frente a classe do "infantil V " e observa os alunos utilizando de baldes plásticos, latas de tintas, caixas de papelão, latas de massa de tomate, cabos de vassoura, entre outros suportes, acha que tudo aquilo é só barulho, mas eles estão fazendo música , com muita animação, entusiasmo e alegria!!!






quarta-feira, 21 de abril de 2010

Aprender pela experiência gastronômica!


Cozinhar é uma arte, assim como a pintura, a escultura, a dança, o canto…e uma arte que floresce com a experimentação, a criação e a exploração. Os artistas da cozinha podem pintar, desenhar, colorir e esculpir enquanto exploram o mundo saboroso da cozinha criativa e da criação culinária.

As aulas de culinária na nossa escola permitem que as crianças descubram as excitantes possibilidades de arte nos alimentos e criem projetos artísticos que possam ser comidos ou oferecidos à outras pessoas. Usando sua própria imaginação, as crianças inventam, criam e projetam.

A cozinha (por vezes improvisada) é um lugar de encontro e aprendizagem e proporciona aos mestres-cuca um laboratório de aprendizagem e um estúdio para:

  • experimentarem formulações matemáticas, como contar e medir;
  • praticarem a leitura e a compreensão;
  • descobrirem os mistérios da química;
  • desenvolverem a auto-estima;
  • dominarem a destreza manual;
  • criarem obras-primas.
A princípio dentro do “cardápio” de aprendizagem apenas da sala diferenciada, as aulas de culinária, desde o ano de 2009, passaram a fazer parte também do currículo da escola toda como uma atividade permanente (quinzenal). Confiram alguns destes momentos saborosos e ricos em aprendizagem:

Doce de leite em pó!!

infantil “V” professora Viviane

Patê de Frango !!

infantil "IV" professora Márcia

BOLO DE MAÇÃ !!

infantil "V" professora Viviane

Dicas da turma da Ivonne:

1-Desfrutem das receitas, mas, acima de tudo, desfrutem cozinhar, aprender e saborear juntos.
2-Dêem às crianças espaço para fazer, experimentar e …limpar;

3-A paciência é uma virtude… nem tudo acontece conforme planejado;

4-Reservem bastante tempo para estas atividades;

5-Sejam cautelosos e supervisionem crianças de todas as idades;

6-Deixem as crianças colocarem a mão na massa;
7-Combinem algumas regras básicas para que a culinária seja bem tranquila.

Bolinho de chuva - Infantil III -prô Elaine

Atividades que permitem observar e lidar com transformações decorrentes de misturas de elementos e materiais são sempre interessantes para crianças pequenas

Todos os sentidos e todas as linguagens estão presentes e são estimuladas.



Por meio das mãos elas sentem as texturas variadas, temperatura e densidade dos ingredientes, por vezes, não basta sentir com as mãos, é preciso levar o elemento à boca para sentí-lo.


Aprendendo pela experiência..

A professora cria as condições, uma proposta, uma instigação...
Uma coisa é criar um contexto e deixar as coisas acontecerem, outra é ter a intervenção do professor de uma forma mais produtiva, criando situações problemas, onde as crianças são estimuladas a refletir, prever os resultados das misturas, no processo do antes e depois ( dedução)....

" - E se colocarmos água agora o que poderá acontecer?"
" - Como nós poderíamos mudar a cor desta massa? "
" - E depois de ir ao forno, o que acontecerá? "

A hora da degustação...
Brigadeirão de microondas

Ingredientes:
1 lata de leite condensado
1 copo de achocolatado
1 lata de creme de leite
1colher de sopa de margarina
3ovos inteiros
chocolate granulado para cobertura

Modo de fazer:
Colocar os ingredientes no liquidificador e bater até dobrar de volume.
Colocar em uma forma de anel (própria para microondas, de plástico ou cerâmica), untada com óleo de soja ou margarina.
Levar ao microondas por 7 a 8 min.
Deixar descansar por mais 10 min.
Tirar e por no refrigerador, até endurecer,
Desenformar, cobrir com o chocolate granulado e servir







Giulia e Paola "assaltando" o leite condensado, escondido da prô... Pegas pela câmera!!


Importante: Observar o antes e o depois da mistura.


Desejamos ampliar o olhar para as vivências e experiências infantis. Olhar para aquilo que é processo. Ouvir das crianças suas sensações e descobertas e depois envolvê-las, no momento de limpar, guardar e organizar, experiências tambem importante, porem nem sempre valorizadas pelo adulto como algo a ser realizado junto com as crianças.
..
Boas Experiências!!!!

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Fique Por Dentro: CONAE

Conae - Conferência Nacional de Educação


Foram aprovados a ampliação do investimento da Educação em relação ao PIB e a criação de uma Lei de Responsabilidade Educacional

Dos dias 28 de Março à 1º de abril aconteceu em Brasília, a Conferência Nacional de Educação (Conae). A conferência deve fornecer as diretrizes para a elaboração do próximo Plano Nacional de Educação (PNE) para o período de 2011 a 2020. Entre os principais pontos aprovados estão a ampliação do investimento em relação ao PIB, o Custo Aluno Qualidade e a necessidade de uma Lei de Responsabilidade Educacional.

O evento, que contou com a participação de diversos setores da sociedade ligados à Educação, discutiu de forma democrática os principais desafios da área e aprovou diversas medidas que consideram essenciais para que o País avance. Embora não tenha um caráter normativo para tornar efetivas as decisões aprovadas na conferência, elas sinalizam para o executivo e o legislativo, responsáveis pela elaboração do PNE, o que os setores mobilizados esperam para o próximo PNE.

Em relação ao financiamento, ficou aprovado a destinação de 7% do Produto Interno Bruto (PIB) para Educação até 2011, devendo alcançar, em 2014, o patamar de 10%. Na avaliação dos delegados da Conae, 50% do fundo social do pré-sal também deve ser destinado à Educação.

Outra proposta aprovada foi a utilização do Custo Aluno Qualidade inicial (CAQi), que estipula os valores mínimos por aluno para a garantia dos insumos necessários para cada etapa da Educação Básica. Ainda dentro da proposta do CAQi, também foi aprovada a necessidade de complementação da União de 1% do PIB para que o instrumento possa ser implementado.

A criação de uma Lei de Responsabilidade Educacional também foi ratificada. A proposta prevê um projeto de lei que obrigue os responsáveis pela gestão e financiamento da Educação em todos os níveis para que seja garantida a Educação de qualidade a todas as pessoas, conforme previsto na Constituição brasileira.

Além destes, a conferência também aprovou o fortalecimento dos conselhos de Educação e a necessidade da criação de fóruns nacionais, estaduais e municipais, cujo principal objetivo será o acompanhamento dos planos educacionais.

Temas polêmicos, como as eleições diretas para diretor, também passaram, assim como a determinação de um número máximo de alunos por sala de aula em todos os níveis de ensino. O limite aprovado é 15 alunos por turma na pré-escola; 20 no Ensino Fundamental; 25 no Ensino Médio e 35 no Ensino Superior.

Em relação à Educação Infantil, ficou aprovado que a oferta deve ser feita apenas por instituições próprias dos sistemas públicos de ensino. Para que isso ocorra, foi previsto um processo de transição. A determinação é que o sistema de convênios atual não possa ser expandido, mantendo-se no mesmo patamar até 2014, o objetivo é que essa prática não exista mais em 2018.

Durante cinco dias, a Conae reuniu mais de 3 mil pessoas: 2,5 mil delegados, 500 observadores e mais de 130 jornalistas. Segundo o Ministério da Educação, o custo total da conferência, considerando as etapas municipais, estaduais e a nacional, foi de cerca de R$ 35 milhões.

domingo, 4 de abril de 2010

Brincar se aprende Brincando

.
"Somente o verdadeiramente vivido sobrevive." Guimarães Rosa
.
.
Brincar se aprende brincando, e é brincando que se dá sentido às descobertas e que se busca a autorrealização.
.

O vivido que sobrevive.

Na escola Ivonne dos Santos, o foco central é o brincar, e a opção é por firmar-se nas espontaneidades que as crianças criam para uma descoberta de sí mesma, e no papel dos educadores de promover e oportunizar situações ricas em experiências, criando condições para que estas crianças possam vivenciar momentos de prazer, alegria, descobertas e aprendizagens.

.
Oferecer às nossas crianças uma infância que lhes está sendo tirada, com direito à arvores, água, pés descalços, lama, emoção, escorregas, rodopios e gargalhadas!!

..

Para encerrar as atividades de verão, organizamos nossa
.
1ª Semana Maluca de 2010,
..
Tema: Vamos brincar lá fora????
.
dia 29/03
.
Dia da Lona (com Lama!!)



.
.
Confiram o vídeo nº 1
.

video

Depois da brincadeira, hora de tomar banho e se secar no sol

Prô Michele e sua turminha do Infantil II

Prô Dagmar E sua turma do Infantil IV e V - Integral



Prô Elaine e sua Turminha do Infantil III - B

Prô Lurdes e sua turminha do Infantil III - A


Dia 30/03
.
Dia do Banho de Esguicho
e
Explorações com Água.
.
Sim, a brincadeira é a expressão básica da experimentação pelas crianças.
.
.
Jogo Cooperativo: Agarre a Bexiga (cheia) !!

Explorações com água.

Vale tudo pelo prazer da brincadeira e aprendizagem: Garrafas, potinhos, baldes...
.
Diferentes sensações...
.

Seja com Esguicho...

ou até Regador...

vídeo nº 2

video

Banho de sol





31/03
.
Que Papelão!!!
.
Não podia faltar... escorregar com papelão no barranco...





vídeo nº 3 :
.
Jeroooooooonimooooooooo!!!!!!!!!!!

video
.

Vídeo nº 4

Aquí, o educador é tambem creança, criação contínua de sí mesmo.

video

...

O fato é que não nos contentamos com as CORES PLANAS de que normalmente a educação se reveste, com uma pedagogia recheada de formulas, porém esvaziadas de sentido; mas nos fartamos de cores e MISTURAS enigmáticas, experimentando e buscando, o essencialmente humano, profundo, complexo e belo. (Soraia Chung Saura)
.
.
ATÉ A PRÓXIMA!