Escola Municipal de Educação Infantil "PROFª IVONNE DOS SANTOS DIAS" Bragança Paulista - SP

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Feliz Ano Novo

A equipe da escola Ivonne dos Santos Dias Deseja à todos um Novo Ano de muitas Realizações, que nossas esperanças sejam renovadas a cada dia.

"Talvez não tenhamos conseguido fazer o melhor. Mas lutamos para que o melhor fosse feito. Não somos o que deveríamos ser, não somos o que iremos ser, mas graças a Deus, não somos o que éramos".
Martin Luther King



sábado, 26 de dezembro de 2009

RECONHECIMENTO E SATISFAÇÃO!! Tudo o que queremos é isso...


(Esta mensagem nos foi enviada por Ana Cristina Correa, Mãe dos Alunos Maicon e Daniel Correa. )
.
À equipe da escola Ivonne dos Santos Dias
.
"Desejo à vocês um feliz natal e um próspero ano novo, que as metas determinadas por cada uma possam ser alcançadas, que a perseverança esteja cada dia mais dentro de vocês para conquistar os objetivos...
.
Agradeço à vocês das limpeza que se dedicaram a cuidar da escola, deixando-a sempre cheirosa. Agradeço à você da cozinha que se dedicou a cuidar da alimentação com carinho. Agradeço à você da administração que foi sempre acolhedora esclarecendo nossas dúvidas.
.
Agradeço à vocês pajens, que com todo cuidado e carinho cuidaram do meu bebê que desde muito novo enfrentou uma rotina pesada, tendo que acordar muito cedo e sair na friagem, na chuva, no sol...mas, apesar de enfrentar tudo isso, valia a pena, pois aí estavam vocês para acolhê-lo e fazê-lo se sentir amado...Muito obrigada a vocês por olharem por ele que fez tantos progressos e que aprendeu na escola a comer papinha salgada, a engatinhar, a soltar os primeiros sons... Obrigada!
.
Obrigada à vocês professoras que se dedicam a estar sempre em busca do conhecimento para ampliar o conhecimento dos alunos, agradeço em especial a professora Márcia que foi a primeira professora do Maicon, a professora Elaine e a professora Rosana que são grandes mulheres com dons especiais em semear e regar pequenos frutos que com certeza no futuro poderão ser contemplados.
.
E não poderia jamais esquecer da professora Viviane... vejo a professora Viviane como um rosa, formosa, linda e meiga, mas, com espinhos, não para machucar, mas para mostrar que devemos sempre ter cuidado e prudência... Grande educadora, que coloca em prática tudo aquilo que considera correto, participa e requer a máxima perfeição para que no final seja obtido um ótimo resultado. Obrigada professora Viviane, tenha certeza que não foi só o Maicon que aprendeu, foi a família toda.
.
Obrigada à todos os grandes nomes que estiveram à frente da direção da escola honrando todo o trabalho, acredito que muitos outros prêmios além desta placa virão pois eu sei que a equipe da Ivonne não se preocupa unicamente com prêmios, se preocupa em formar cidadãos dignos e prestantes."

Simplesmente Obrigada!!

Ana Cristina e Maicon Correa




terça-feira, 22 de dezembro de 2009

A Pequena Vendedora de Fósforos

.
Para iluminar nosso coração.
.
A equipe da E.M "Profª Ivonne dos Santos Dias" deseja à todos nossos alunos, familiares, amigos, educadores, àqueles que seguem ou visitam este blog, àqueles que de alguma maneira se fizeram presente nas nossas vidas neste ano,
.
Um Natal com muita Paz!

Uma animação baseada nos contos de Hans Christian Andersen.


segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Ritmo de Chorinho com Carmem Miranda - no Infantil III- B

Ampliando o Repertório

Se o objetivo é tambem ampliar repertórios, que outro ritmo seria mais apropriado quando falamos de Brasil e Rio de Janeiro?

O CHORO

O Choro, popularmente chamado de chorinho, é um gênero musical , música popular e instrumental brasileira com mais de 130 anos de existência. Os conjuntos que o executam são chamados de regionais e os músicos, compositores ou instrumentistas, são chamados de chorões. Apesar do nome, o gênero é em geral de ritmo agitado e alegre . O choro é considerado a primeira música popular urbana típica do Brasil.

Aos poucos foi apresentado este ritmo às crianças, trabalhando a apreciação musical, descobrindo os instrumentos que fazem parte desta composição e no final com a apresentação do Choro "TICO-TICO NO FUBÁ" de Waldir Azevedo.

Tico-Tico No Fubá
Waldir Azevedo


Tico-Tico
Tico-Tico
O Tico-Tico tá
Tá outra vez aqui
O Tico-Tico tá comendo meu fubá
O Tico-Tico tem, tem que se alimentar
Que vá comer umas minhocas no pomar

Tico-Tico
O Tico-Tico tá
Tá outra vez aqui
O Tico-Tico tá comendo meu fubá
O Tico-Tico tem, tem que se alimentar
Que vá comer umas minhocas no pomar

Mas por favor, tire esse bicho do seleiro
Porque ele acaba comendo o fubá inteiro
E nesse tico de cá, em cima do meu fubá
Tem tanta coisa que ele pode pinicar
Eu ja fiz tudo para ver se conseguia
Botei alpiste para ver se ele comia
Botei um gato, um espantalho e alçapão
Mas ele acha que fubá é que é boa alimentação

O Tico-Tico tá
Tá outra vez aqui
O Tico-Tico tá comendo meu fubá
O Tico-Tico tem, tem que se alimentar
Que va comer é mais minhoca e nao fubá

Tico-Tico
O Tico-Tico tá
Tá outra vez aqui
O Tico-Tico tá comendo meu fubá
O Tico-Tico tem, tem que se alimentar
Que va comer é mais minhoca e nao fubá


Uma das mais belas interpretações de "Tico Tico no Fubá" foi pela ireverente

CARMEN MIRANDA

AS CORES, O CANTO E OS MOVIMENTOS DE CARMEN MIRANDA.

Que outro personagem da nossa música une tão bem som, cor e movimento? Foi assim que Carmen Miranda com seus balangandãs, turbantes com frutas tropicais, vestidos brilhantes e coloridos, com sua dança especial e, principalmente com muita música, veio a fazer parte do nosso projeto.
Embora a imagem de Carmem Miranda tenha sido usada, até hoje, como uma espécie de símbolo do Brasil, sabemos que há uma boa dose de estereotipia na caracterização da imagem da cantora. Mesmo assim, ela é parte de nosso patrimônio cultural e artístico, ainda que muitos a considerem americanizada. Na verdade os anos em que morou e atuou no cinema americano deixaram sua marca, mas não se pode negar o papel de destaque que possui na história da música brasileira.


Foi a primeira grande estrela que representou o país para o mundo divulgando principalmente a música popular brasileira.
Nasceu em Portugal, mas veio morar no Brasil ainda bebê, na cidade do Rio de Janeiro. Havia trabalhado em uma loja de chapéus, cantado na rádio e se apresentado com os músicos do bando da lua.

Carmem Miranda de certa forma traduz em parte a imagem positiva de ser brasileiro. A alegria, a cor, o movimento, a música fazem parte de um brasil que gostamos de reconhecer como nosso. Ao cantar suas canções, conhecer e admirar esta artista, com certeza aprendemos muito sobre ela, mas também sobre nós mesmos!










































sábado, 19 de dezembro de 2009

É tempo de festa e celebração!

Festejar a vida e celebrar um novo ano.
Interessante como chegamos ao final do ano cansados, mas nos recuperamos e
tomamos novo entusiasmo quando ele recomeça...
Que bom saber que tudo é passageiro... tanto a tristeza, quanto a alegria...
É bom, pois só assim podemos ver a beleza de algo que nos deixa feliz!
Por isso.. curtam esses períodos de festas com as pessoas que lhe querem bem...
não exagere em nada... pois haverão outros períodos de festas...
Distribua carinho a todos e, para quem assim como eu, se sente deprimido em épocas natalinas, saibam que fazer o bem faz bem... isso com certeza é a melhor expressão e manifestação do que essa época significa.
De mim para todos vocês!!!

FELICIDADE, SAÚDE, PAZ E MUITO AMOR!!! E 2010 MOTIVOS PARA SORRIR.

Débora Cristina.

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Àqueles que caminharam conosco...

ÀQUELES QUE CAMINHARAM CONOSCO EM 2009

Apenas uma mensagem para o novo ciclo que se aproxima

Estamos chegando ao final de mais um ciclo! Louvemos por isso!

Vivenciamos ou passaram por nossos olhos acontecimentos marcantes,

Outro nem tanto... São novos?... Não!

Ao longo dos tempos fatos similares passaram e a humanidade continua...

Perder as esperanças? JAMAIS! Renová-las? SEMPRE!

Lamentar perdas? Sim, algumas... mas continuar...

Outras oportunidades virão a todos. Lições ficaram... outras virão...

As vezes, apenas ver a luz do sol no dia seguinte, é a grande felicidade, a máxima da vida, quando muitos já não podem ver aqui na Terra.

É ordem continuar, é imprescindível viver!

Persistir na busca de que acreditamos e queremos

Lutar vale a pena! Não se pode viver de sonhos, sem esperanças!

Fica a saudade dos momentos felizes, as boas lembranças que nos

Acompanharão... sabe-se até quando queiramos por companhia.

Um adeus definitivo para os momentos difíceis já superados... foram-se! Graças!!!

Os que porventura ainda tenhamos que superar, farão parte da nossa luta...

Nunca esquecer que essa festa é nossa...

A vida é a nossa festa... que você faça o seu natal o mais bonito, alegre e feliz

Não importa onde você está, Não importa se está “com” se está “sem”

Não importa se “tem” ou se “não tem”

O Natal é seu, nada poderá impedir de ser natal no seu coração.

Que o inicio do novo ciclo seja um arco-íris de esperanças, de força, de fé...

Multipliquem-se os sentimentos de fraternidade, de amor, paz, alegria e otimismo.

Mesmo que a intenção seja só por um instante, só porque é final de ano...

Já está valendo a pena! Um dia ela fica de vez...

Deixa de ser intenção, vira realidade

Continuemos, pois, ao iniciar o ano sintonizados, de mãos dadas

Não só através desta tela mágica, mas principalmente no coração.

Os sonhos continuam... novos sonhos nascerão... viver intensamente...

Ser feliz é nossa meta... você sempre será muito importante para a vida...

Ela precisa de você!!

Feliz Natal e um Ótimo Ano Novo!!!

São os votos das profª Edna, Márcia e Viviane

projeto "Um giro pelos Ritmos do Brasil"

DANÇAS FOLCLÓRICAS


De acordo com o que estava programado, dentro do projeto "Um giro pelos ritmos do Brasil", no final do mês de novembro, os alunos do INFANTIL V - A, realizaram as duas útimas apresentações, representando a região sul do país - a Chula e a Dança das Fitas...


CHULA

CHULA, típica do Rio Grande do Sul, é dançada em desafio, praticada apenas por homens. Ela tem bastante semelhança com o lundu sapateado. A chula antigamente era usada durante os bailes, onde dois peões queriam dançar com uma mesma prenda, então desafiavam-se, aquele que fizesse o passo, em sapateio, sem erros teria o direito a dançar com esta prenda pelo resto do baile.

Hoje essa dança é mostrada apenas de forma cultural durante eventos., utilizando uma vara denominada lança, medindo cerca de 4 metros de comprimento, colocada no chão, com dois ou três dançarinos dispostos em suas extremidades. Ao som da gaita gaúcha, os dançarinos executam diferentes sapateados, avançando e recuando sobre a lança.


assistam a linda apresentação...

video


DANÇA DAS FITAS

DANÇA DAS FITAS, cuja origem tem várias definições, uma delas é que surgiu na Alemanha para celebrar a primavera, e homens e mulheres dançavam em volta da árvore de maio. Uma outra definição é que a dança das fitas é uma reminiscência dos rituais em homenagem aos deuses da fertilidade, quando as pessoas enfeitavam as árvores em agradecimento aos frutos dela nascidos. Essa dança se espalhou pelo mundo inteiro, e no Brasil, ela é desenvolvida no Sul do país.


video


quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Assim não dá! Não exibir os desenhos das crianças na escola

Pequenos artistas

Na tentativa de criar um ambiente familiar para a meninada, muitas escolas de Educação Infantil optam por enfeitar as paredes com personagens de desenho animado e cenas de contos de fadas. A iniciativa, por mais bem intencionada que seja, não dá às crianças a chance de interagir com o espaço e pode acabar reforçando estereótipos. A escola que faz uma decoração com imagens desse tipo acaba mostrando aos pequenos que não quer que eles marquem o ambiente em que trabalha com produções próprias.

Além disso, os personagens escolhidos nem sempre são familiares a todos. Muitos desenhos representam mais a visão que o adulto tem dos interesses infantis do que o universo em que a meninada vive.

Em vez de pendurar em murais e varais exclusivamente as produções dos adultos, é mais interessante usá-los como espaço de reversibilidade, capaz de abrigar diferentes produções dos pequenos ao longo do ano, de acordo com o plano de trabalho desenvolvido pelo professor.

Com isso, eles se veem naquele espaço, se identificam com o ambiente e podem perceber e comentar as semelhanças e diferenças entre seus trabalhos e os dos colegas.

Ao participar do local em que passam boa parte do dia, os alunos entendem que a escola se interessa pelo aprendizado e valoriza o esforço de cada um. É uma ótima maneira de dar aos pequenos um ambiente familiar, em que se sintam, de fato, acolhidos e prestigiados.
Ronaldo Nunes (ronaldo.nunes@abril.com.br). Com reportagem de Elisa Meirelles, Pablo Assolini e Rita Trevisan

fonte:http://revistaescola.abril.com.br/educacao-infantil/educacao-infantil-no-brasil/nao-exibir-desenhos-criancas-escola-educacao-infantil-decoracao-sala-aula-511222.shtml

Pensamento Infantil através do desenho